Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Projetos de Extensão
Início do conteúdo da página

Projetos de Extensão

Publicado: Segunda, 02 de Abril de 2018, 13h52 | Última atualização em Quinta, 05 de Abril de 2018, 13h50 | Acessos: 185

Saiba quais os são os projetos de extensão que a Biblioteca Benedicto Monteiro participa

Título do Projeto

Do estoque ao acesso: ação para ampliação do uso público do acervo bibliográfico do Instituto Histórico e Geográfico do Pará (IHGP)

Resumo

O projeto tem como objetivo executar ação extensionista no Instituto Histórico e Geográfico do Pará (IHGP), entidade privada sem fins lucrativos, fundada em 1º de março de 1900, custodiadora de importantes coleções bibliográficas sobre a história, a política, a geografia e a cultura no estado do Pará. Em termos específicos, busca-se, por meio da articulação entre a Biblioteca Universitária “Benedicto Monteiro” do campus de Ananindeua/UFPA, o IHGP e Faculdade de Biblioteconomia da UFPA, inventariar e organizar o acervo em questão como etapa primeira da gestão da informação em qualquer tipo de biblioteca. Como metas, pretende-se: inventariar os itens que compõem quatro coleções bibliográficas do IHGP; organizar quatro coleções bibliográficas do IHGP para fins de uso; produzir um catálogo com títulos das quatro coleções bibliográficas do IHGP; publicar um artigo em coautoria sobre a ação extensionista no IHGP. A ação será desdobrada em cinco etapas, a saber: (1) reunião com equipe do IHGP para definir as diretrizes técnicas norteadoras da organização das coleções bibliográficas; (2) treinamento de bolsista; (3) preenchimento de planilhas com os dados bibliográficos das obras que compõem o acervo; (4) elaboração do catálogo das coleções bibliográficas do IGHP; e 5) avaliação e finalização do projeto. De modo amplo, o projeto tem potencial para beneficiar estudantes dos cursos de História e de Biblioteconomia dos Campi Guamá e Ananindeua da UFPA na articulação entre teoria e prática de pesquisa e gestão documental, bem como no cumprimento das atividades acadêmicas de extensão. Por fim, para o público geral formado por estudantes de cursos universitários, professores e pesquisadores locais, de outras cidades e mesmo de outros países, a ação resultará em coleções biográficas devidamente organizadas com vista ao acesso e ao uso.

Palavras-chave: IHGP; Coleções Bibliográficas; Acervo.

Título do Projeto

Mapoteca da Faculdade de Geoprocessamento

Objetivo 

Revitalizar a mapoteca do Laboratório de Geoprocessamento da Faculdade de Tecnologia em Geoprocessamento, a fim de que a mesma possa ser meio de ensino e pesquisa, especialmente para os docentes e discentes do Campus Ananindeua; incorporando e dando funcionalidade ao rico acervo documental-cartográfico nela contido.

Etapas previstas

Higienização do acervo;

Higienização e reforma das estantes;

Catalogação dos mapas.

Estratégias

A higienização de documentos requer o uso de pessoal capacitado para a função, que inexiste no quadro técnico do Campus de Ananindeua. Para sua execução, é possível a contratação de empresa especializada para esta atividade, por meio dos processos burocráticos cabíveis. Tendo em vista a impossibilidade da contratação, deve-se verificar se a UFPA dispõe, em outros campi, desta mão de obra especializada, e solicitar parceria. Outra possibilidade é buscar parcerias com outras instituições públicas, a exemplo do Acervo Público do Pará, e a Biblioteca Pública Arthur Vianna, da Fundação Cultural do Pará.

No caso de parcerias com outras instituições, pode-se pensar na possibilidade de envolver discentes do Campus Ananindeua, como atividade de estágio ou associada às disciplinas. Além dos discentes do Curso de Tecnólogo em Geoprocessamento, poderiam ser envolvidos os dos Cursos de História ou de Geografia, devido à forte relação que estes cursos possuem com o manejo de acervos e mapas. Do mesmo modo a catalogação pode ser viabilizada, agora sob a coordenação dos bibliotecários da Biblioteca Benedito Nunes.

Na fase de catalogação, o material deve ser organizado de acordo com sua origem e tipologia – mapas, imagens de radar, croquis, esboços de projetos etc. Para ser acessível a um público mais amplo, a mapoteca pode constar, como anexo da Biblioteca, no sistema de consulta on line do SIBI-UFPA. Além do material já disponível, novas aquisições são recomendadas, especialmente os mapas municipais do Instituto de Desenvolvimento Econômico-Social do Estado do Pará (DESP), cartas topográficas da Diretoria do Serviço Geográfico do Ministério do Exército, mapas históricos, dentre outros, que em muito contribuiriam para o ensino/aprendizagem, nas disciplinas que requerem, nos cursos acima mencionados, o uso de cartografia.

A higienização e reforma das mobílias (estantes), de outro modo, deve ser uma ação da universidade, que possui quadro técnico para tal, e oficinas para este propósito. Preliminarmente, a mobília está necessitando da higienização em si, reparo dos danos sofridos durante o transporte, concerto das fechaduras e do encaixe das gavetas, pintura e recolocação de alças e etiquetas.

Fim do conteúdo da página