Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página

Histórico

Acessos: 1596

Por um Campus Metropolitano na Amazônia

A criação do Campus Universitário de Ananindeua (CANAN), enquanto espaço de ensino e formação superior, está relacionada às ações de pactuação entre o Ministério da Educação do Brasil e a Universidade Federal do Pará (UFPA), através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). É uma ação Pautada na perspectiva de uma Universidade Multicampi, que concebe a atuação da UFPA como fundamental para o desenvolvimento do Pará, exigindo sua atuação nas várias regiões do Estado, incluindo a Metropolitana.

Em cerimônia realizada em 12 de abril de 2012, na Granja do Icuí-Guajará, o governo do Pará fez a doação do imóvel, que abrigou a residência oficial dos governadores do estado até 2006, à Prefeitura de Ananindeua, que posteriormente doou a UFPA. A área prevista para a implantação do CANAN é de 101.430,402 m2 (10,143 ha) formando um quadrilátero com perímetro de 1.303,76 m e está inserido no cruzamento da avenida Independência com a estrada do Ícui, no bairro do Icuí-Guajará em Ananindeua, Pará. Deve abrigar um conjunto de prédios de laboratórios, sala de aula, administrativo e de biblioteca, assim como deve se constituir coma área devidamente urbaniza, com capacidade para atender 12.000 alunos, nos ensinos de graduação e pós-graduação.

O CANAN, criado através da Resolução nº 717, de 12 de agosto de 2013, apresenta como proposta, investir na formação profissional e tecnológica, em atenção às transformações sociais que se apresentam no Estado do Pará e, em particular, no município de Ananindeua e Região Metropolitana. No caso, trata-se de área que compreende ainda os municípios de Ananindeua, Marituba, Benevides, Santa Isabel, Santa Barbara e outras localidades, como o distrito de Benfica, podendo atender outros municípios mais próximos, como Santo Antonio do Tauá, Vigia, Colares, São Caetano de Odivelas, Curuçá, São João da Ponta, Bujarú, Terra Alta e Marapanim. O novo Campus da UFPA surge como importante função de alavancar as potencialidades da região Metropolitana e cidades adjacentes, com a formação de mão de obra qualificada.

Importante ressaltar, que a instituição do CANAN não corresponde apenas de um prolongamento da UFPA para outras áreas do Estado. Constitui a implantação de um Campus com vocação para compreender as demandas locais, atuar em parcerias e consonâncias com as agências públicas e privadas que desenvolvem atividades na região, em um movimento pautado pela valorização das potencialidades locais através da construção de estratégias que tenham na formação superior e na pesquisa científica os instrumentos centrais de atuação. Em outras palavras, significa promover o conhecimento com capacidade de ampliar consórcios e parcerias com o setor produtivo regional, abrindo novos caminhos nas áreas estratégicas da ciência, tecnologia e da formação de professores.

O Campus

O Campus Universitário de Ananindeua, criado através de sua Resolução de criação nº 717, de 12 de agosto de 2013, é uma unidade acadêmica da Universidade Federal do Pará. Apresenta como proposta, investir na formação profissional e tecnológica, em atenção às transformações sociais que se apresentam no Estado do Pará e, em particular, nos municípios de Marituba, Benevides, Santa Barbará do Pará, Santa Izabel do Pará e o distrito de Benfica. Registra-se ainda que o Núcleo Universitário de Curuçá e os municípios de seu entorno, estão vinculados ao Campus de Ananindeua.

 

 

Fim do conteúdo da página