BREVE HISTÓRICO

A criação do Campus de Ananindeua está relacionada às ações de pactuação estabelecida entre o Ministério de Educação do Brasil e a Universidade Federal do Pará para garantia da expansão do ensino superior no Estado, assim como está associada à perspectiva de Universidade Multicampi (Instrução Normativa nº 01, de 20/01/2013) adotada pela UFPA.

Localizado em instalações provisórias, no que hoje é a FAAM (Faculdade da Amazônia, na BR 316, Centro de Ananindeua), tem suas obras de implantação do Campus em pleno desenvolvimento. Brevemente estará situado no Bairro do Icuí-Guajará com prédios com amplos espaços de sala de aula, laboratórios de pesquisa e ensino, salas administrativas e acolhimentos a comunidade estudantil, assim como uma biblioteca, auditório e centro de documentação. Esta previsto ainda a implantação de estação meteorológica e espaços de recreação e lazer.

O Campus de Ananindeua, além de garantir a formação com qualidade de profissionais em engenharia, ciência, técnica e tecnologia, assim como na docência, tem o propósito ainda de articular os diversos espaços de vivência social e as experiências materiais humanas com o espaço acadêmico e de ensino superior, de forma que a região metropolitana de Belém constitua também como objeto de pesquisa e experimentação acadêmica. Neste aspecto, o Campus de Ananindeua, que tem como eixo norteador a interlocução entre pesquisadores e comunidade, ainda se apresenta pela necessidade de que a produção acadêmica, ao mesmo tempo em que responda a uma demanda social, possibilite, entre outras questões relevantes, o conhecimento dos grupos sociais estabelecidos na região, como também o modo de vida e a produção material desses grupos.

Atualmente conta com estrutura de salas de aula e administração para os cursos de graduação, assim como uma biblioteca e laboratórios de Física e Química. Registra-se ainda que o Campus tem o curso de Mestrado Profissional em Ensino de História aprovado, tendo seu início previsto para 2016, conforme calendário da CAPES.